terça-feira, 25 de outubro de 2016

Textual description of firstImageUrl

Ibama diz que mineradora pouco fez para conter danos em Mariana.

Um ano após tragédia, vistoria de fiscais em área mais atingida por rejeitos que vazaram da barragem conclui que trabalho de recuperação e contenção foram insuficientes. 



Recomendações, segundo Ibama, não foram plenamente cumpridas afirma o relatório, e conclui na página 47 item 7.5, que pode ser conferido aqui. Resultado da última vistoria feita pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), divulgado nesta terça-feira (25/10).



Batizada de Operação Áugias, a vistoria se concentrou nas áreas mais impactadas pelo rompimento da barragem de rejeitos da mineradora, localizada entre a antiga barragem e a usina hidrelétrica Risoleta Neves, também chamada de Candonga.

O item do relatório trata da insuficiência, aqui referida, afirma que: "Ressalta-se que, de forma geral, as ações constatadas ainda são insuficientes para garantir uma significativa contenção dos rejeitos depositados nas margens dos rios."




Relatório disponível em:

http://www.ibama.gov.br/phocadownload/noticias_ambientais/relatorio_fase_ar
gos_operacao_augias.pdf

Fonte: Confira a notícia completa em DW



Atualizada e editada em 18/11/2016


Pesquisar no Blog

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...