Logo STJ Àrea de preservação e crime ambientalO Superior Tribunal de Justiça – STJ já entendeu, conforme veiculado no informativo 570, em julgamento de crime ambiental que a tipificação da conduta descrita no art. 48 da Lei 9.605/1998 independe da área ser de preservação permanente.


O artigo em questão está inserido na seção que tipifica os crimes contra a Flora.

Art. 48. Impedir ou dificultar a regeneração natural de florestas e demais formas de vegetação:

Pena - detenção, de seis meses a um ano, e multa.


Segundo a Corte o referido tipo penal descreve como conduta criminosa o simples fato de “impedir ou dificultar a regeneração natural de florestas e demais formas de vegetação”.



Precedente citado: REsp 849.423-SP, Quinta Turma, DJ 16/10/2006. AgRg no REsp 1.498.059-RS, Rel. Min. Leopoldo de Arruda Raposo (Desembargador Convocado do TJ/PE), julgado em 17/9/2015, DJe 1º/10/2015.

Publicidade

Fonte:

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Informativo 570. Disponível em: < http://www.stj.jus.br/SCON/SearchBRS?b=INFJ&tipo=informativo&livre=@COD=%270570%27>.  Acesso em: 18 Fev. 2017. 


Por Ronaldo G. da Silva: Perfil

Compartilhe!

.
Posts Relacionados
 
Top