Publicidade

Veda a importação de pele de cães, gatos e animais selvagens exóticos sem origem certificada, bem como de artigos dela derivados, salvo destinadas a instituições educativas e científicas, na forma que especifica.

PL veda importação de pele de animais.



A importação de peles de cães, gatos, coelhos e chinchilas poderá ser proibida. É o que estabelece o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 138/2015, que se encontra pronto para deliberação do Plenário. O texto também veda a importação de casacos e outros produtos derivados das peles desses animais e de peles de animais selvagens sem origem certificada.

Para movimentar o comércio de peles, que envolve desde casacos até objetos de decoração e animais empalhados, estima-se que 10 milhões de animais sejam sacrificados anualmente, segundo a notícia veiculada no site do Senado.
Pele de animais
by Pixabay

Leia também
PL quer alerta em rótulo de alimentos transgênicos obrigatório na Lei de Biossegurança.

10 projetos de Lei sobre Proteção Ambiental



Compartilhe esta postagem em suas Redes Sociais!

Publicidade


AUTOR: Ronaldo G. Silva é Advogado, Consultor Jurídico de carreira no Serviço Público, Pós-Graduado em Educação pela UFF e Pós-Graduado em Direito Ambiental: Legislação Perícia e Auditoria Ambiental pela (UNESA). Membro da Comissão Técnica da Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás da PMDC


Postagens relacionadas, sugeridas e anúncios

 
Top